terça-feira, 10 de julho de 2012

Dom Eugênio Sales foi autêntica testemunha do Evangelho, diz Papa

Nicole Melhado
Da Redação

Cardeal Eugênio Sales com o Papa Bento XVI na Catedral de São Paulo, por ocasião da visita do Santo Padre ao Brasil, em 2007
O Papa Bento XVI expressou seus sentimentos de pesar pela morte do Arcebispo Emérito do Rio de Janeiro, Dom Eugênio Sales, num telegrama enviado nesta terça-feira, 10.

Dom Eugênio faleceu na noite desta segunda-feira, 9, aos 91 anos, vítima de um infarto enquanto dormia em sua casa no bairro do Sumaré, na capital carioca
No telegrama enviado ao Arcebispo do Rio de Janeiro, Dom Orani João Tempesta, o Pontífice ressaltou que Dom Eugênio revelou-se "autêntica testemunha do Evangelho no meio do seu povo”.
Acesse
.: NA ÍNTEGRA: Telegrama de Bento XVI sobre a morte de Dom Eugênio
“Recebi a triste notícia do falecimento do venerado Cardeal Eugênio de Araújo Sales, depois de uma longa vida de dedicação à Igreja no Brasil”, disse o Papa no telegrama.
Bento XVI disse ainda dar graças ao Senhor por ter dado à Igreja tão generoso pastor que, nos seus 70 anos de sacerdócio e 58 de episcopado, procurou apontar a todos a senda da verdade na caridade e do serviço à comunidade, em permanente atenção pelos mais desfavorecidos, na fidelidade ao seu lema episcopal: “Impendam et superimpendar” (gastarei e gastar-me-ei por inteiro por vós).

“Enquanto elevo fervorosas preces para que Deus acolha na sua felicidade eterna este seu servo bom e fiel, envio a essa comunidade arquidiocesana, à Igreja no Brasil e a quantos tomam parte nos sufrágios animados pela esperança da ressurreição, uma confortadora bênção apostólica”, concluiu o Papa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário