sexta-feira, 9 de novembro de 2012

Como se preparar para uma boa Confissão e uma boa Comunhão


Como se preparar para uma boa Confissão

A Penitência ou Confissão é o Sacramento instituído por Nosso Senhor Jesus Cristo para que os cristãos recebam o perdão de seus pecados. Também é conhecido como o Sacramento da Reconciliação.

“Os pecados daqueles que vocês perdoarem,
serão perdoados.” (Jo 20,23)

O que é necessário para fazer uma boa confissão?

Para uma boa confissão, são necessárias 5 condições:
1. Um bom exame de consciência diante de Deus;
2. Arrependimento sincero por ter ofendido a Deus e ao próximo;
3. Firme propósito diante de Deus de não pecar mais, mudar de vida, se converter;
4. Confissão clara e objetiva dos pecados a um sacerdote;
5. Cumprir a penitência indicada pelo sacerdote.

Sugestão de um breve exame de consciência

Para se realizar um bom exame de consciência, uma sugestão é refletir sobre como estamos praticando os 10 Mandamentos da Lei de Deus.

1. Amar a Deus sobre todas as coisas
Estou amando a Deus em primeiro lugar? Dedico algum tempo do meu dia para conversar com Deus, orando e lendo a sua Palavra?

2. Não tomar seu santo nome em vão
Tenho respeito pelo nome de Deus ou estou sempre usando o seu santo nome de qualquer modo? Faço juramentos falsos ou promessas em nome de Deus?

3. Guardar domingos e festas de guarda
Tenho honrado o dia do Senhor e os dias santos, participando da Santa Missa ou tenho trocado estes momentos por outros compromissos?

4. Honrar pai e mãe
Tenho amor e respeito pelos meus pais? Estou sempre disposto a ajudar meus pais em suas necessidades?

5. Não matar
Tenho respeito pela vida do meu próximo? Aconselhei ou pratiquei algo que prejudicou a vida do meu próximo?

6. Não pecar contra a castidade
Nosso corpo é Templo do Espírito Santo. Tenho respeito pelo meu corpo e pelo corpo do meu próximo?

7. Não furtar
Roubei algo ou desejei injustamente os bens do meu próximo?

8. Não levantar falso testemunho
Tenho sido leal e verdadeiro ou estou prejudicando o meu próximo com calúnias e fofocas?

9. Não desejar a mulher do próximo
Tenho sido fiel a minha esposa ou esposo? Tenho respeito pela esposa ou esposo do (a) próximo (a)?

10. Não cobiçar as coisas alheias
Tenho sido ambicioso e desonesto para conseguir algo? Tenho inveja do sucesso do meu próximo?


Lembre-se:

Pecado é tudo aquilo que fazemos que desagrada a Deus. Quando pecamos, nos afastamos de Deus e perdemos a sua amizade, por isso precisamos nos confessar para nos reconciliarmos com Deus e voltar a ter sua amizade.
Existem dois tipos de pecados, os MORTAIS (graves) e os VENIAIS (leves) e podemos pecar de 4 modos: por pensamentos, palavras, atitudes e omissões.


Como se preparar para uma boa Comunhão

Para se realizar uma boa Comunhão, devemos observar algumas recomendações:

1. Estar em estado de graça
Estado de graça quer dizer: ter a consciência limpa de todo pecado mortal. Quem come e bebe o corpo e sangue de Cristo indignamente, além de cometer sacrilégio, está comungando a própria condenação. (ICor 11,27-29)

2. Guardar jejum de um hora antes da Comunhão
Este jejum é conhecido como jejum Eucarístico.
Quem vai receber a Santíssima Eucaristia, deve abster-se, pelo espaço de ao menos uma hora antes da sagrada comunhão, de qualquer comida ou bebida, exceto água ou remédios. As pessoas de idade avançada e as pessoas doentes, e ainda quem cuida deles, pode receber a Santíssima Eucaristia, mesmo que dentro da hora anterior tenham se alimentado.

3. Saber o que se vai receber e aproximar-se da Sagrada Comunhão com fé, respeito e devoção
Quem comunga, deve saber o que vai receber, conhecer e acreditar firmemente no que a Doutrina católica ensina sobre este Sacramento, ou seja, Jesus Cristo está real, verdadeira e substancialmente presente na Comunhão.
Devemos receber a Eucaristia com humildade e modéstia, tanto em espírito como fisicamente, se vestindo e se comportando com o devido respeito.

4. Fazer um momento de ação de graças após a comunhão
Fazer ação de graças significa conservar-se recolhido, a honrar a presença de Nosso Senhor Jesus Cristo dentro de nós, renovando com atos de fé, esperança, caridade, adoração, agradecimento, oferecimento e de súplica, pedindo as graças que são mais necessárias para nós e para aqueles por quem desejamos rezar.

5. Permanência de Jesus em nós
Ao comungar, recebemos Jesus em corpo, sangue, alma e divindade. Devemos nos esforçar para não cometer pecados mortais, para que a graça de Deus permaneça sempre em nosso coração, através da presença real de Jesus em nós.


Eu sou o pão vivo que desceu do céu.
Quem come deste pão viverá
para sempre. (Jo 6,51)

Nenhum comentário:

Postar um comentário