quarta-feira, 22 de agosto de 2012

Jogar a toalha, chutar o balde, cair fora, sair a francesa??? aham! aham!

Recebi o comentário abaixo, referente à postagem anterior e achei uma dó, deixar ele escondidinho no espaço "comentários", mesmo porque muitos leitores, catequistas nem passam por lá. Achei oportuno refletirmos um pouquinho, já que estamos a uma semana para celebrar a vocação do Catequista. Nossa missão é linda, mas não são só flores, aliás não fomos comunicados que meio a essas flores, haveria  tantos espinhos... Na verdade,  quando somos chamados, não recebemos uma carta nos isentando das dificuldades, contratempos... Ele só diz: "Vai, estarei contigo sempre!"  É bem capaz de ter acrescentado em voz baixa o seguinte : "quero ver se tu é ponta firme, se aguenta até o final, se joga mesmo no meu time, se veste de fato a camisa..."

Então, por  que não conseguimos jogar a toalha, nem chutar o coitado do balde, nem tirar a camisa, muito menos sair a francesa?
Eu também, me pergunto sempre: "Porque ainda insisto na catequese, porque não mudo de pastoral, porque não dou um tempo, porque, porque, porque???" E chego a seguinte conclusão: Isso não cabe a nós, e sim ÁQUELE que nos chamou,  o mesmo Espírito Santo que nos chama, nos convoca, nos motiva, nos inspira, NOS FAZ firmes e perseverantes, mesmo passando por momentos difíceis. E outra, quando Ele nos chama, não titubeia, nos chama porque  essa é nossa missão aqui na Terra. Não sou, não somos catequistas porque temos uma certa facilidade pra coisa, somos porque essa é nossa vocação. E vamos descobrindo se somos de fato vocacionados, quando os obstáculos nos fazem crescer  como pessoa,  como Catequista.

Não é a toa que a Igreja dedica um domingo ao Catequista, porque olha, sem oração de toda Igreja, impossível permanecer nesse chamado.

Tem dias, que minha maior vontade é sumir de tudo, inclusive da internet, ir morar lá no meio do mato, onde os ruídos que vou ouvir é o cantar dos pássaros, ou o mugido das vacas... E quando me perco nesses pensamentos, me pego formando uma turminha na área rural, catequizando debaixo das árvores... srrsrs

Então,  volto  à realidade,  coloco meus pés no chão e procuro encarar com maturidade minhas dificuldades...

Portanto meus caros catequistas blogueiros, se Deus nos chama também a usar de um blog para animar outros catequistas, que Deus nos capacite, nos inspire para continuarmos a tocar corações, mesmo que não saibamos quais corações foram tocados. 

Silvânia, você também nem imagina o quanto um recadinho assim nos faz bem, nos motiva a caminhar acima de tudo. Em nome de todos os catequistas unidos, obrigada pelo carinho!

E aproveito a deixa para abraçar todos os catequistas desse mundão, reforçando que só permaneceremos firmes, se de fato  confiarmos cegamente naquele que nos chamou. Ele sim nos conhece,  nos ama, e valoriza nossas qualidades. Essa coisa de ficar preso nos defeitos e quedas é coisa do ser humano. Deus não perde tempo com isso, mas nos abraça e diz: "Vai, continuo contigo!" Sendo assim, força minha gente, a messe que já é grande,  não para de crescer...

Senhor, enviai mais operários, porque a coisa tá feia!!!

Enfim, eis o motivo dessa minha postagem...

"Como estava precisando escutar estas palavras. Passamos cada uma nesta nossa missão que as vezes queremos jogar a toalha, chutar o balde, cair fora, sair a francesa. Mas ai vamos nos alimentar da palavra de Deus e escutamos estas lindas palavras de incentivo. Obrigado a todos catequistas unidos que muitas vezes sem saber ajuda e apoia a todos nos catequistas leitores . Obrigado . Rezo todos os dias pela nossa missão , pois precisamos de muitas orações para continuarmos , para que possamos ser ouvidos e principalmente para que a nossa humilde sementinha seja plantada no coração de nossos catequisandos e que juntos catequese e familia possamos rega-las para que o Nosso Deus todo misericordioso possa colher bons frutos. Amém

Silvânia Moura - Paróquia Santos Anjos da Guarda BH - MG"


FONTE: BLOG SOU CATEQUISTA DE IVC

Nenhum comentário:

Postar um comentário