sexta-feira, 28 de setembro de 2012

Dinâmica: Curta e compartilhe!

Achei oportuno essa dinâmica e acredito que ela possa ser desenvolvida em todas as idades. késia, minha querida, vou copiar, curtir e compartilhar, pois achei  dez...  Curta você também e compartilhe!! Aproveite e faça uma visita ao blog jardim da Boa Nova, pois tem muita coisa boa!

Dinâmica: Curta e compartilhe!
Amigos, há alguns dias nossa irmã Kelly visitou o blog e pediu uma dinâmica sobre internet (mundo de hoje) para jovens. É com muito carinho que venho partilhar esta dinâmica que brotou de uma conversa com uma jovem muito amada, Flavinha, que além de parceira na catequese, é como uma filha em outra missão que o Senhor nos confiou: a de conduzir um grupo de jovens aos caminhos de Deus.

Espero que a dinâmica atenda a necessidade da Kelly, mas, se você também tem alguma sugestão, sinta-se à vontade para partilhar e ajudar a tornar o encontro de nossa irmã ainda mais divertido e produtivo.

Acredito que, quando se fala em internet, para muitos, a primeira palavra que vem ao pensamento é o FACEBOOK. Logo, pensamos em uma brincadeira que utilize elementos com os quais eles já estão familiarizados. Chamamos então a dinâmica de:
“Curta e Compartilhe”.

Prepare adesivos ou cartões semelhante ao ícone usado pelo Facebook para indicar que você curtiu algo. No início do encontro convide os jovens a fazer daquele lugar uma grande sala virtual onde vamos encontrar nossos amigos, curti-los e compartilhar algo sobre a vida deles. Coloque uma música bem animada e, durante a música, eles devem se cumprimentar, desejar as boas vindas e, de forma bem espontânea, distribuir os adesivos de “CURTIR” entre os amigos. Você pode preparar vários adesivos, de modo que todos sintam-se à vontade para curtir quantos amigos quiserem.

Ao final desse momento, em círculo, fazem uma breve partilha desta acolhida, contando quantos adesivos cada um recebeu, se gostou de curtir e ser curtido pelo amigo, etc.


Após a acolhida, vem a segunda parte da dinâmica, o momento de compartilhar. Cada jovem vai ao centro do círculo e os amigos devem compartilhar algo sobre ele, uma curiosidade, um fato engraçado, um testemunho, etc. Nesse momento, o catequista deve estar atento para que ninguém se sinta constrangido e para que não aconteçam comentários desagradáveis. É importante respeitar as particularidades de cada jovem. Depois da partilha, o catequista deve fazer uma reflexão com os jovens sobre este momento. Perguntar: Como se sentiram ao ouvirem seus amigos falando sobre você? É mais fácil falar sobre o outro ou ouvir os que as pessoas tem a dizer a seu respeito? Alguma vez, já passaram por esta experiência de estar diante de pessoas falando sobre você?

Aos poucos, ir conduzindo o diálogo para a realidade dos jovens nos dias de hoje, perguntando: Como costumam se relacionar com os amigos? Que papel a internet tem nas nossas vidas e nos relacionamentos nos dias de hoje?

Provavelmente, durante esta brincadeira, os amigos compartilharam somente coisas boas uns dos outros, perguntar se na internet isso também acontece ou se, algumas vezes divulgamos notícias desagradáveis sobre nossos amigos... enfim, o catequista deve guiar o diálogo e a reflexão de acordo com a realidade do seu grupo.

Para concluir esse momento, deixo como sugestão o seguinte texto:

As Três Peneiras 
(Sócrates)

Um homem foi ao encontro de Sócrates levando ao filósofo uma informação que julgava de seu interesse:

- Quero contar-te uma coisa a respeito de um amigo teu!

- Espera um momento – disse Sócrates – Antes de contar-me, quero saber se fizeste passar essa informação pelas três peneiras.

- Três peneiras? Que queres dizer?

- Vamos peneirar aquilo que quer me dizer. Devemos sempre usar as três peneiras. Se não as conheces, presta bem atenção. A primeira é a peneira da VERDADE. Tens certeza de que isso que queres dizer-me é verdade?

- Bem, foi o que ouvi outros contarem. Não sei exatamente se éverdade.

- A segunda peneira é a da BONDADE. Com certeza, deves ter passado a informação pela peneira da bondade. Ou não?

Envergonhado, o homem respondeu:

- Devo confessar que não.

- A terceira peneira é a da UTILIDADE. Pensaste bem se é útil o que vieste falar a respeito do meu amigo?

- Útil? Na verdade, não.

- Então, disse-lhe o sábio, se o que queres contar-me não éverdadeiro, nem bom, nem útil, então é melhor que o guardes apenas para ti.


Que possamos usar sempre estas peneiras em nossas vidas,
tendo o cuidado de fazer bom uso desta ferramenta
chamada internet.

Nenhum comentário:

Postar um comentário