quinta-feira, 21 de junho de 2012

Eu quero!

"Sede santos porque Eu sou santo" 
(Lv 19,2)
 

Todos sabemos que há um Deus que nos ama e que nos fez.
Podemos voltar-nos para Ele e pedir-Lhe: "Meu Pai, ajuda-me agora. Quero ser santo, quero ser bom, quero amar".
A santidade não é um luxo destinado a uma elite; ela não está reservada só a alguns.
Estamos destinados a ela, tu, eu e toda a gente.
É uma tarefa simples porque, se aprendermos a amar, aprendemos a ser santos.

A primeira etapa é querê-lo.
Jesus quer que nós sejamos santos como o Seu Pai é santo.
A minha santidade consiste no cumprimento da vontade de Deus na alegria.
Dizer : "Quero ser santo" significa:
"Vou despojar-me de tudo o que não é Deus. Vou despojar-me e esvaziar o meu coração de todas as coisas materiais. Vou renunciar à minha vontade, aos meus gostos, às minhas fantasias, à minha inconstância; tornar-me-ei um escravo generoso da vontade de Deus. Com toda a minha vontade vou amar Deus, vou escolher em Seu favor, vou correr para Ele, vou chegar até Ele e vou possuí-Lo". 
Mas tudo depende destas palavrinhas: "Eu quero" ou "Eu não quero".
Devo aplicar toda a minha energia nestas palavras: "Eu quero".

(Bem-aventurada Madre Teresa de Calcutá)

Nenhum comentário:

Postar um comentário