terça-feira, 17 de abril de 2012

Não se deixe levar pelas armadilhas do tentador

Veja: se você mantém seus ressentimentos e mágoas, sem perdoar esta ou aquela pessoa, nem mesmo alguém de sua família; se você é um pai durão, que não fala com o filho ou filha porque ele ou ela o decepcionou; se continua com o coração magoado, ressentido, cultivando frustrações e decepções; se ainda nutre sentimentos negativos em relação à Igreja, ao padre, à freira, à paróquia, àquele movimento ao qual pertenceu, você está cedendo lugar para aquele que não perdoa e não é misericordioso, ou seja, o oposto de Jesus; está cedendo o trono de seu coração ao mal.

O demônio é sutil! Se não consegue penetrar [em nossa vida] por meio do adultério, roubo, ódio, vingança, o faz pelo ressentimento, mágoa, decepção. Mas seu objetivo é entrar, basta uma brecha.

Ele domina as pessoas até pela tolice do cigarro, pois sabe muito bem que nossa vida depende do oxigênio, da respiração. Ele sabe que a cada minuto o nosso sangue é renovado pelo oxigênio que respiramos, então nos incita ao fumo para acabar com o nosso sangue: quanto mais se fuma, tanto mais contaminação é levada para todo o organismo. É o "assassino" que faz isso! Não pense que se trata de um "viciosinho" qualquer!

Quem se deixa levar por qualquer armadilha do tentador, por mais inofensiva que ela possa parecer, não tem força para lutar contra o mal e cede a todo o restante. Ou você é decidido com o Senhor ou vai ser sempre um fraco que cede a tudo: ao ressentimento, à mágoa, aos pensamentos impuros…

Quem não tem coragem de dar um fim às coisas pequenas, aparentemente inofensivas; quem não é fiel ao mínimo, não o será no grande. É preciso arrancar do trono de nosso coração todo o mal!

Deus o abençoe!

Monsenhor Jonas Abib
Fundador da Comunidade Canção Nova

Nenhum comentário:

Postar um comentário