terça-feira, 3 de setembro de 2013

Catequista nota 10



Como ser um catequista nota 10?

Quando falamos em Catequista Nota 10 o que queremos dizer?  É método? Sonho? Estrutura? É muito mais.  É o processo catequético que conduz as pessoas a ter vida cristã plena. 
Para isso o catequista precisa de uma conversão progressiva até assumir, com competência e qualidade, a missão que Jesus deixou à sua Igreja.
Para ser catequista Nota 10, basta assumir esses 10 elementos:
1° - Acolhimento - Acolher com amor os catequizandos e seus pais.  Este é o primeiro passo, pois lhes abre o coração.
2° - Envolvimento - Uma pastoral só vai à frente quando todo grupo se envolve.  O catequista precisa envolver-se também nas demais pastorais da comunidade.  Precisa envolver as crianças e seus pais na vida e nas atividades da Igreja.
3° -  Coragem - O catequista precisa ter coragem de assumir novos desafios, novos métodos e novas técnicas, e não parar no passado.
4° - Seriedade - em fazer um bom planejamento para não perder-se, e organizar tarefas a serem cumpridas pela turma.
5° - Treinamento - Um provérbio diz: “Quem não progride, vai para trás”. O catequista precisa fazer como os atletas: treinar, treinar e treinar novas técnicas, novos passos, novos métodos.  Para isso a Arquidiocese organiza muitos cursos a nível de paróquia e de Região.  Não participar deles é não treinar, e tornar-se cada vez mais medíocre e falho.
6 - Aperfeiçoamento - Para ser Nota 10, o catequista precisa fazer bem o que se faz.  Sempre há maneiras de fazer melhor o que se está fazendo.  Isso exige humildade: reconhecer as próprias falhas e aceitar de fazer mudanças. 
7° - Alegria - A missão de catequista é sublime e maravilhosa.  O catequista trabalha para Deus e para criar um mundo melhor, mais humano, mais cristão e mais feliz.  Por isso, ele precisa sentir-se e mostrar-se feliz em ouvir as pessoas e em ajuda-las.
8° - Participação - Para ser catequista nota 10, ele assume o sagrado o dever de participar nas reuniões de organização, de avaliação e de formação.  É nas reuniões que ele une forças para instaurar uma sociedade justa e fraterna, isto é, um mundo da maneira como Deus sonhou.
9° - Comunicação - O catequista nota 10 se comunica com a Coordenação de Catequese, informando-a do trabalho que está realizando, e buscando informações sobre os trabalhos a realizar.
10º -Novos paradigmas- O mundo do 3° milênio exige novos padrões e novos paradigmas.  O homem do 3° milênio não aceita facilmente o repetitivo e o rotineiro.  A. Koestier diz: “Adquirir um novo hábito é fácil, mas abandonar um vício ou um velho hábito exige um ato heroico”.
É difícil derrubar o relaxamento religioso e frequentar habitualmente a missa dominical.
Como é difícil manter o microfone a meio palmo de distância da boca!  Só um ato heroico é capaz de derrubar velhos vícios e maus hábitos.
Uma criança cresce aos poucos, lentamente. Um atleta só se torna bom com muito treino. A caminhada para um catequista tornar-se nota 10 é lenta e exigente.  Só se consegue com decisão, conversão e com muito empenho.
Baseado em Ecoando - Formação com Catequistas. Ed. Paulus - Ano 2000 N° 10
O autor é coordenador arqui- diocesano da Pastoral da Catequese
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário