sábado, 18 de janeiro de 2014

Deus quer cuidar de ti

cuidadodedeus
Paulo, em sua carta aos Gálatas os adverte dizendo no capítulo 5; 1: “É para que sejamos homens livres que Cristo nos libertou. Ficai, portanto, firmes e não submetais outra vez ao julgo da escravidão”.
Quando fazemos um encontro pessoal com Jesus, como foi neste Acampamento do Revolução, em que muitos de fato tiveram este encontro com Deus é o momento de permanecer em sua fidelidade, porque Ele quer cuidar de nossas feridas, continuar libertando nós mesmos de nossos pecados, fraquezas e misérias. Deus quer Ser Pai e não mais um Deus distante. Na verdade ele nunca foi distante em nossa vida, mas a nossa vivência intensa das coisas da carne era o que impedia de ver e tocar em seu amor misericordioso que nunca nos cansa de perdoar.
Deus nos atrai para ele, porque sabe da realidade deste mundo que nos seduz e depois nos joga fora completamente. Fazendo que nós sejamos objetos descartáveis e presos as nossas paixões carnais que só traz uma satisfação interior momentânea e que depois é novamente invadido pelo vazio, desejo de morte e solidão.
Como somos pessoas carentes, isto é, não satisfeitas com o amor que recebemos, pois sempre queremos mais, buscamos desafogar nossas carências na masturbação, pornografia, no ato sexual sem amor, sem sentimento, sendo apenas um ato vazio e sem vida. Deus conhece a sedução deste mundo e quer tratar suas feridas e suas dores. Ele não tem desistido de te salvar!
Por isso, que Ele pede: “… Deixai-vos conduzir pelo Espírito, e não satisfarei os apetites da carne”. (Gálatas 5; 16) É desta forma que Deus quer cuidar de nós que desejamos romper com os desejos da carne.
O que Deus anseia de nossa parte é o abandono de nossas misérias e fraquezas em suas mãos. Deus pede o seu coração da maneira que ele está. Seja um coração viciado no sexo, na masturbação, pornografia, droga… Enfim, você conhece onde precisa dos cuidados de Deus e ele quer dar através do seu Espírito.
O Espírito Santo é quem nos ajuda de forma concreta a usar bem a nossa liberdade, auxiliando-nos a fazer a escolha pelas coisas eternas e não passageira. Por isso que Paulo diz: “Também nós todos éramos deste número quando outrora vivíamos nos desejos carnais, fazendo a vontade da carne e da concupiscência”. (Efésios 2; 3)
Por isso, Deus quer cuidar de nossas feridas, como um Pai que cuida de um filho doente com paciência, com fidelidade, amor, carinho e atenção. Ele quer ensinar o caminho da verdadeira felicidade para nós que se dá pela vivência no Espírito Santo, no clamor diário pelo Espírito que vai sarando nossas feridas, nossas misérias, ensinando-nos a dominar nossas paixões na sexualidade e afetividade, na dependência química e afetiva e, sobretudo, nos devolve o sentido da vida e da alegria.
Rui Junio dos Santos
Comunidade Canção Nova
rui@geracaophn.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário