segunda-feira, 10 de agosto de 2015

A fé não entra num coração fechado, diz Papa no Angelus

 
Segundo Francisco, se o coração está fechado, a fé não pode entrar. “Somos nós a abrir ou a fechar o nosso coração”, afirmou.
Da redação, com Rádio Vaticano
“Não basta encontrar Jesus para crer n’Ele, não basta ler a Bíblia, o Evangelho, não basta nem mesmo assistir a um milagre; se o coração estiver fechado, a fé não entra”. Foi o que disse o Papa Francisco no Angelus deste domingo, 9.
O Pontífice comentou o Evangelho do dia, no qual Jesus, após ter feito o grande milagre da multiplicação dos pães, parte da experiência da fome e do sinal do pão para revelar Ele mesmo e convidar a crer n’Ele.
O povo o procura, o povo o escuta, porque ficou entusiasmado com o milagre. Mas quando Jesus afirma que o verdadeiro pão, dado por Deus, é Ele mesmo – explicou o Papa –, muitos se escandalizam, não entendem, e começam a murmurar entre si. Então Jesus responde: “Ninguém pode vir a mim, se não o atrai o Pai que me enviou”.
“Esta palavra do Senhor nos impressiona e nos faz refletir. Esta palavra introduz na dinâmica da fé, que é uma relação: a relação entre a pessoa humana – todos nós – e a Pessoa de Jesus, onde o Pai desempenha um papel decisivo, e naturalmente também o Espírito Santo – que aí está subentendido”, observou o Santo Padre.
Segundo Francisco, se o coração está fechado, a fé não entra. “Deus Pai sempre nos atrai rumo a Jesus: Somos nós a abrir ou a fechar o nosso coração. Ao invés, a fé, que é como uma semente no profundo do coração, desabrocha quando nos deixamos ‘atrair’ pelo Pai rumo a Jesus, e ‘vamos até Ele’ com ânimo aberto, com o coração aberto, sem preconceitos; então reconhecemos em seu rosto o Rosto de Deus e em suas palavras a Palavra de Deus, porque o Espírito Santo nos fez entrar na relação de amor e de vida que existe entre Jesus e Deus Pai. E aí recebemos o dom, o presente da fé”, explicou.
“Em Jesus, em sua ‘carne’ – ou seja, em sua humanidade concreta – está presente todo o amor de Deus, que é o Espírito Santo. Quem se deixa atrair por esse amor caminha rumo a Jesus e vai com fé, e recebe d’Ele a vida, a vida eterna”, concluiu o Santo Padre.

FONTE: 

Nenhum comentário:

Postar um comentário